sábado, 19 de fevereiro de 2011

Abrindo a padoca!

“Alegria compartilhada é alegria em dobro”, já dizia o ditado. Então como vocês são uns amores e ficaram curiosos pra conhecer a receita do pão 100% integral, vou colocar ela aqui pra vocês. Passo à passo, pra facilitar as coisas!

Agora, só tenho uma coisa pra reclamar. Muitos de vocês que lêem o blog fazem comentários sobre os posts no facebook, orkut e por e-mail, ao invés de colocar aqui. Eu leio todos e fico muito feliz com eles, tenham certeza disso. Mas eu preferiria que os comentários do blog ficassem todos aqui, pra registra-los num lugar só, como um livro de visitas. É pura questão de ego mesmo, eu confesso! Eu gosto de abrir o blog e ver que vocês passaram por aqui (mesmo quando vocês não comentam, eu vejo o histórico das visitas ;-). Isso me da mais vontade de continuar colocando receitinhas novas.
Mas enfim, vamos parar com esse drama, né?
Eu sou muito agradecida por cada click que vocês deram e pelas quase 5.000 visitas desde junho do ano passado, quando comecei o blog !

Vamos à receita, então, né?
Como eu disse, achei essa maravilha na internet, como sempre! Foi lá no blog La Cucinetta, da Ana que é uma nona em treinamento, segundo ela. Só tem coisa boa por lá, eu recomendo muito!
Eu mudei uma coisinha ou outra. Um nadica de nada, mas deu certo de todo jeito.
Confiram:


Pão 100% Integral
Tempo de preparo: 15 minutos + 2h de fermentação + 40 min. de forno

Esse ai é o segundo pão da minha vida! Muitoooo bom!



Ingredientes
350ml de água morna
15g (1 c.s.) de fermento ativo fresco ou 5g (1 c.c.) de fermento ativo seco
500g de farinha de trigo integral
1 ½ c.s. de mel
1 c.s. bem cheia de leite em pó desnatado
1 c.s. bem cheia de banha ou manteiga (sem sal) ou de um óleo vegetal sem gosto (tipo canola)
½ c.s. de sal
2 c.s. de gergelim ou linhaça ou quinoa ou nozes ou azeitona preta picada


Preparo
- Em uma tigela coloque o fermento com 5 c.s. da água morna e deixe dissolver por uns 10 minutos.
- Em seguida acrescente o resto dos ingredientes, deixando o sal por ultimo. Misture com uma colher até que formar uma massa densa. 
Agora começa o trabalho “pesado”. Mulheres, tirem os esmaltes das unhas, deixem os anéis na sua cômoda e lavem bem as mãos (essa é pros homens também).
Com todo vigor, força e raiva contida no seu coraçãozinho, comece a sovar a massa. Você tem 10 minutos pra descarregar as energias negativas de uma semana pesada em emoções. Pense no seu chefe que te faz fazer horas extras sem te recompensar no fim do mês. Pense naquele amigo fdp que te deu as costas quando você mais precisava. Pense no seu cachorrinho querido que fez xixi no seu novo tapete de lã branca. Pense no seu marido/namorado, que deixa as meias sujas espalhadas pela casa. Pense naquele engarrafamento que te prendeu por mais de uma hora, numa sexta-feira às 18h. E sove.
- Sove vigorosamente durante esses 10 minutos até misturar todos os ingredientes e obter uma massa homogênea.
- Em uma tigela maior, untada com farinha, coloque a bolinha que você acabou de fazer e cubra com um pano úmido (pra não secar a massa). Deixe descansando em um lugar seco (nada de colocar na geladeira) por 1h30, até que dobre de tamanho.
- Depois desse tempo, soque a massa pra retirar o ar (mais uma sessão de descarrego de emoções).
Em uma superfície lisa e enfarinhada, abra a massa com as mãos e fazendo um retângulo, da largura da sua forma (o ideal é uma de 22 cm).



- Dobre a massa em 3 e em seguida enrole, tipo um rocambole, bem apertadinho. Coloque na forma untada e enfarinhada, cobrindo com o mesmo pano úmido. Deixe descansar por mais 30 minutosEnquanto o forno aquece, à 180°C.



- (opcional) Antes de levar ao forno, bata uma gema de ovo e acrescente um pouco de sal. Pincele o pão, faça um corte longitudinal e polvilhe um pouco de gergelim (ou linhaça ou nada ou o que você quiser).
- Deixe assar por uns 40 minutos, ou até que o pão esteja bem douradinho. Ele tem que fazer um barulho de oco quando você bater na casca com o nó do dedo.


Agora faça aquele cafézinho, corte uma bela fatia do pão, espalhe uma boa camada de manteiga e aprecie.


O esforço vai ter valido à pena, eu garanto!


Pra quem se pergunta se eu ainda estou no regime Dukan ("Do Cão", como eu o apelidei carinhosamente): estou sim. Mas agora já é a fase 3 (consolidação do peso perdido). A gente tem direito de comer 2 fatias de pão integral por dia (sem manteiga...).
Esse pão não vai quase nada de gordura e a farinha é 100% integral, ao contrario da maioria dos pães que a gente encontra nos supermercados e padarias.


Gostei dessa coisa de fazer pão! Minha vovó vai ficar orgulhosa! 
Falando nela, ainda coloco a receita do biscoito de manteiga que ela faz. É o melhor biscoito do mundo!!! 


Inté

3 comentários:

  1. obaaa, gostei! e nao é nenhum bicho de sete cabeças... vou tentar
    e quero a receita do biscoitinho da vovó!

    ResponderExcluir
  2. Oi,

    Eu sou nova no Blog, mas estou adorando as receitas.
    Fiquei com uma curiosidade. Você postou na foto o comentário: Esse ai é o segundo pão da minha vida! Muitoooo bom!
    Te pergunto, qual o Primeiro pão de sua vida?
    Se puder posta a receita também.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. @Carolina
    Oi Carolina, seja bem vinda!
    Fico feliz que esteja curtindo!

    Olha só, o primeiro pão da minha vida (o de verdade) é o da foto do post anterior! A receita é a mesma, só não tem o gergelim por cima.

    Mas tem outro que também já postei aqui. Mas como não tem farinha, nem considero ele um pão de verdade!! :-)

    Se fizer, avisa! Quero saber se deu certo!

    Bjs

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails